27 agosto, 2009

Sucide Vampires

Os Suicide Vampires, ( Vampiros Suicidas) são assim chamados por se envolverem emocionalmente com suas vítimas. Na sua maioria eram humanos de príncipios que ao se transormar em imortais acabaram ficando mais senciveis ao simples ato de se alimentar. Muitos deles são retratados em filmes e séries.
Vale salientar que essa escolha é única para personagens fictícios, sendo que no vampirismo atual seus membros nunca se relacionam com pessoas fora do vampirismo. Você deve estar penssando no "vampirismo atual" mas isso existe??? Existe sim!
Há alguns praticantes europeus e americanos desse tipo de religião no minimo inusitada. Mas deve-se salientar que ela não prega uma filosofia de guerra como muitos acreditam, os vampiros modernos só usam sangue em seus rituais e ainda assim em quantidade inssignificante pois cada um dos sacerdotes oferece uma parte do seu sangue como oferenda.
Bom ponto esclarecido voltemos ao assunto. Já que esse conceito é exclusivo das ficções, nelas existem inúmeros casos de vampiros que resolveram seguir essa fina linha entre a vida e a  morte, podemos citar Lestat, que encantado pelas suas crianças, acabou se revoltanto contra toda a sua espécie pela sede de guerra. Outros mais recentes são Edward Cullen do afamado Twlight, que na sua desenfreada paixão pela humana Bella arrisca sua vida inúmeras vezes para proteger sua amada e frágil humana. E fugeindo a todos os padrões e prometendo desbamcar a indestrutível série de Steaphanie Meyer Twilight e compahia, não só por ser uma série inovadora por trazer a perspectiva de uma vampira nas suas narrativas, mas tambem pelo modo como a história se desenrrola e chega ao ponto da protagonista ser desiludida por um de seus três possiveis namorados. É uma historia nada conevencional mesmo não só pela loucura de sua protagonista por homens mas tambem pelo nivel historico e religioso, essa istoria tambem mostra não só um conto vampiro mas por outro lado a mudança pela qual todos os adolescentes passam e a sede deles por aceitação, muito abordada na série pela protagonista que sofre com seu padrasto super conservador e sua mãe submissa que aceita todas as decisões do marido em relação a filha. Essa série tambem aborda de forma indireta os preconceitos das religiões cristãs em relaçao aos homossexuais e as outras formas de religião, por isso essa série atrai não somente os aficcionados em vampiros mas um público muito mais amplo.

Nenhum comentário: